Notícias

Magistrados e servidores do TJRO são aprovados em qualificação de tese de doutorado

Magistrados e servidor do Tribunal de Justiça de Rondônia que cursam doutorado foram aprovados no exame de qualificação de tese durante o mês de maio. A qualificação tem por objetivo avaliar a maturidade do aluno em relação ao tema de sua investigação, ou seja, verificar se a tese proposta pode ser levada adiante. Após a aprovação nessa fase, os doutorandos têm a partir de 180 dias para apresentar a tese final.

b_480_360_16777215_00_images_noticias_fotos_201705_Larissa_2.jpgLarissa Pinho de Alencar Lima foi a primeira a passar pela avaliação. No dia 7 de maio, a magistrada, que cursa Doutorado Interinstitucional em Ciências Políticas com ênfase em Políticas Públicas na Amazônia, apresentou o projeto de tese “Judicialização da Educação” na sede da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), que oferece o curso.

b_480_360_16777215_00_images_noticias_fotos_201705_Zeno.jpgNo dia 15 de maio, o psicólogo Zeno Germano de Souza Neto recebeu a aprovação para a continuidade do projeto “Mediação Judicial em Processos de Litígios Familiares”. O servidor cursa Doutorado Interinstitucional (DINTER) em Psicologia oferecido pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS) e recebe bolsa de estudos pela Emeron.

b_480_360_16777215_00_images_noticias_fotos_201705_Franklin.jpegJá no dia 24 foi a vez dos juízes Franklin Vieira dos Santos e Inês Moreira Costa, discentes do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciência Jurídica da Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI), passarem pela sabatina, realizada na Faculdade Católica de Rondônia, em Porto Velho. Franklin apresentou “Povos tradicionais da Amazônia em confronto com o Direito Penal: desafios da sustentabilidade” e Inês “Hidrelétricas no Rio Madeira: A Avaliação Ambiental Estratégica como Instrumento para o Alcance das Dimensões da Sustentabilidade”.

Atualmente, magistrados e servidores do TJRO participam de cursos de mestrado e doutorado por meio de convênios de cooperação com instituições de ensino e pesquisa firmados pela Escola da Magistratura do Estado de Rondônia (EMERON) e também pelo Subprograma de fomento do Programa de Pesquisa, Publicação e Intercâmbio (PPPI) da Escola, que concede bolsas para a realização de pesquisas jurídicas, sociojurídicas e de gestão, aplicadas em áreas de atividade do Poder Judiciário.

Fonte: Assessoria de Comunicação – Emeron
Permitida a reprodução mediante citação da fonte Ascom/Emeron
Acompanhe-nos nas redes sociais: twitter.com/emeron_rondonia e facebook.com/EmeronRO