Para fortalecer a atuação de seus profissionais que atuam em processos de adoção tendo em vista oferecer um atendimento qualificado necessário para subsidiar pais e pretendentes adotivos em defesa da vida, dos direitos sociais e da convivência familiar, o Judiciário de Rondônia, por meio de sua Escola de Magistratura (Emeron), promoveu no período de 30 de outubro a 1º de novembro, a etapa presencial da Capacitação e Supervisão em Ações Preparatórias aos Adotantes.

O curso foi promovido com o intuito de ajustar e implementar novas ações nos serviços de atendimento às famílias e às crianças e adolescentes envolvidos na questão, diante do aumento da procura de pretensos pais adotivos na adoção de crianças maiores (acima de 4 anos de idade). Esse tipo de perfilhação exige atenção e assistência específicas e mais intensas, incluindo na maior parte das vezes, também o atendimento aos técnicos das instituições de acolhimento, de forma a minimizar o tempo de institucionalização das crianças e adolescentes, garantindo o êxito na colocação e permanência dos adotados em suas novas famílias.

O curso presencial foi ministrado pela assistente social Maria Inês Villalva, Diretora Técnica da Associação dos Grupos de Apoio à Adoção do Estado de São Paulo – AGAAESP, e pela a Psicóloga com especialização no Atendimento de Famílias em Situação de Vulnerabilidade Social Kelly Cristina Macedo Amaral, a quarenta assistentes sociais e psicólogos de todo o Estado. Entre os assuntos discutidos estão os conceitos, as diretrizes e a metodologia sobre a preparação para adoção a partir de temas como o preconceito social, inserção na nova família, fortalecimento das relações afetivas e devolução de adotados.

Etapa online

A segunda etapa do curso, que compreende a Supervisão e orientação online aos casos atendidos atualmente pelos servidores do TJRO, será realizada nos meses de novembro (dias 06, 10, 16, 23 e 30) e dezembro (dias 04, 11 e 15).

Com sessões de 3 horas, os profissionais do judiciário receberão orientações e discutirão dúvidas que necessitem de intervenção técnica, com o intuito de atuar com segurança e assertividade na emissão de seus pareceres técnicos e na orientação postulantes à adoção, de modo a contribuir para o êxito desses casos.

Fonte: Assessoria de Comunicação – Emeron

Permitida a reprodução mediante citação da fonte Ascom/Emeron

Acompanhe-nos nas redes sociais: twitter.com/emeron_rondonia e facebook.com/EmeronRO

Poder Judiciário de Rondônia
Escola da Magistratura
Rua Tabajara, 834. Bairro Olaria. CEP 76.801-316
emeron@tjro.jus.br
(69)3217-1066