Nos dias 3 e 4 de outubro, a Escola da Magistratura do Estado de Rondônia (Emeron) promoveu o curso Certified Scrum Master, voltado a 17 servidores da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação (STIC) do Tribunal de Justiça de Rondônia. Após a formação, os participantes farão o exame de certificação no método de gerenciamento de projetos.

No curso, o profissional certificado em Scrum, ou Scrum Master, é apresentado como um facilitador de processos e desenvolvedor de pessoas. Métodos ágeis seriam a maneira mais sólida, transparente e eficaz de levar um projeto, com entregas rápidas e contínuas. Ministrada pelo palestrante e coach ágil Alexandre Magno, da Caelum, a formação é focada em boas práticas no ambiente de trabalho, que devem ser disseminadas pelo Scrum Master. A ideia é colaborar para o aprimoramento das funções desempenhadas pelos profissionais da área de tecnologia, impactando positivamente no tempo de entrega dos projetos.

“O Scrum basicamente é um método que tem ajudado empresas a entregar produtos melhores para a sociedade, uma forma de construí-los em que, ao longo do caminho, se vai aprendendo com o cliente o que realmente importa para melhorar o dia a dia de trabalho dele”, explica Alexandre. Segundo ele, os métodos mais tradicionais não seriam bons nisso, “porque normalmente só ouvem o cliente no início e depois de muito tempo entregam o produto, que aí já está obsoleto”.

Ao longo do curso, o ministrante apresenta a história do Scrum em empresas como Microsoft, Adidas e Spotify. “O método nasceu dentro da área de TI, no mundo do desenvolvimento de software, e hoje já se popularizou para diversas outras áreas, então aqui tem muitas pessoas de desenvolvimento de produtos de TI que vão conseguir ter esse benefício, mas pessoas de outras áreas também, como governança, que trabalham muitas vezes com processos mais burocráticos e vão conseguir ter insights de como desburocratizar alguns processos da instituição, mantendo a responsabilidade da execução, mas conseguindo mais agilidade”, relata.

Um dos alunos é Márcio Bruno Marques, diretor da Divisão de Desenvolvimento de Sistemas de Informações Institucionais e Extrajudicial (Didesinf). Ele reconhece a metodologia como uma das que se consolidou como boa prática no mercado como um todo: “Estamos tentando trazer isso para a cultura da nossa equipe de TI, sempre tentando melhorar as entregas, os resultados e o trabalho em equipe, que é bem importante para a integração de todos e o bom desenvolvimento dos projetos em si”.

Nesse sentido, a formação aborda técnicas de facilitação para tomada de decisão, resolução de conflito e motivação das equipes, além de estratégias para qualificar a comunicação entre pessoas, times e organização. “O Scrum vai colaborar bastante na dinâmica da equipe e consequentemente para a gestão também, as pessoas que estão participando já vão ter aquele conhecimento e consequentemente a responsabilidade de disseminar isso na instituição, então quando a área demandante precisar de alguma solução, conseguiremos trazer a área de negócio para mais próximo para poder entregar um resultado mais assertivo”, acredita Márcio.

Ele enxerga essa qualificação dos profissionais como uma forma de contagiar a equipe. “Como tem muitos projetos em andamento, acaba que as equipes vão se desfazendo, então acho que isso aqui é mais um fôlego para a gente rever as nossas formas de trabalho e tentar o máximo possível trabalhar em equipe, que eu acho que é a melhor forma de entregar os resultados”, diz. Alexandre destaca essa qualidade no grupo: “Uma coisa que me chamou a atenção desde o início é como eles estão interessados e realmente empenhados em aprender, focados justamente em entregar serviços melhores para a sociedade, bem executando o papel do servidor público. Eles estão enxergando no Scrum uma forma de servir melhor, ao conseguir colocar tudo isso em prática”.

Fonte: Assessoria de Comunicação – Emeron

Permitida a reprodução mediante citação da fonte Ascom/Emeron

Acompanhe-nos nas redes sociais: twitter.com/emeron_rondonia e facebook.com/EmeronRO

Poder Judiciário de Rondônia
Escola da Magistratura
Rua Tabajara, 834. Bairro Olaria. CEP 76.801-316
emeron@tjro.jus.br
(69)3217-1066