Chefe da Seção de Análise de Incidentes de Segurança (Seais), da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação (STIC) do Tribunal de Justiça de Rondônia, o servidor Jorge Willians Batista participa, entre os dias 3 e 7 de dezembro, do segundo módulo do curso Veritas NetBackup 8.0 – Administration, Advanced Maintenance and Troubleshooting, em São Paulo (SP). A formação é viabilizada pela Escola da Magistratura do Estado de Rondônia (Emeron).

Ministrado por Kleber Saldanha, o curso visa consolidar conhecimentos e dar condição de contribuir para a evolução da estrutura de backup, garantindo segurança aos dados e agregando qualidade aos serviços e informações prestados ao público interno e externo do Poder Judiciário de Rondônia por meio da internet.

Sites públicos e sistemas internos devem garantir a confidencialidade, integridade e disponibilidade das informações armazenadas em suas bases de dados, sejam de caráter pessoal ou institucional. A cada dia, novas vulnerabilidades surgem em decorrência da evolução tecnológica, o que leva à constante necessidade de análise a fim de diagnosticar e evitar falhas em softwares, imperfeições na configuração de aplicativos ou falha humana, garantindo a detecção, remoção e controle das mesmas em um tempo aceitável.

A equipe de segurança da informação tem a atribuição de permanente aperfeiçoamento, controle e fiscalização dos recursos de Tecnologia da Informação, com o objetivo de contribuir para a gestão pública e assegurar que a TI agregue valor em benefício da sociedade, configurando uma área estratégica. O curso fundamenta e descreve diversas técnicas de backup, além de apresentar as novidades da versão 8.0 do Veritas NetBackup e suas aplicações no ambiente do PJRO.

“A solução de backup utilizada pelo TJ de Rondônia é robusta e fundamental para trazer segurança às informações produzidas, ajuda também a área de segurança da informação a estar em conformidade com requisitos de segurança como as normas ISO 27002 e a Resolução 211/2015 do Conselho Nacional de Justiça”, diz Jorge Willians. Ele acrescenta que, por meio de convênio, foi possível realizar a replicação do backup em um site remoto, ou seja, “além de termos o backup das informações mais críticas do TJRO no Edifício-Sede, também temos esse backup replicado em um segundo local, distantes um do outro e que em caso de desastre no Edifício-Sede podemos ativar o Plano de Continuidade dos Serviços de TIC”.

Fonte: Assessoria de Comunicação – Emeron

Permitida a reprodução mediante citação da fonte Ascom/Emeron

Acompanhe-nos nas redes sociais: twitter.com/emeron_rondonia e facebook.com/EmeronRO

Poder Judiciário de Rondônia
Escola da Magistratura
Rua Tabajara, 834. Bairro Olaria. CEP 76.801-316
emeron@tjro.jus.br
(69)3217-1066