Os magistrados que atuarão como coordenadores locais em cada comarca do Poder Judiciário de Rondônia para a promoção do concurso de redação “Justiça e cidadania também se aprendem na escola: meu conhecimento faz justiça” iniciaram as visitas à rede estadual de ensino. Voltado a cerca de 10 mil alunos do 1º ano do ensino médio das 64 escolas estaduais dos municípios sedes de comarca do PJRO, o concurso faz parte do projeto Cidadania e Justiça na Escola, uma parceria da Escola da Magistratura do Estado de Rondônia (Emeron) com a Associação dos Magistrados do Estado (Ameron) e Secretaria de Estado da Educação (Seduc).

Ontem (13), a juíza Márcia Serafim, de Colorado do Oeste, visitou a escola Paulo de Assis Ribeiro, para divulgação e início do projeto. O cronograma prevê o desenvolvimento do concurso junto às escolas de junho até 10 de agosto, com o prazo para recebimento das redações pelas coordenações nas comarcas até a segunda quinzena do mês. Em setembro, as redações serão avaliadas e os resultados divulgados, quando também acontecerão as premiações. Haverá prêmios individuais para as três melhores redações de cada comarca, com bicicletas para os alunos, bem como prêmios para os professores (notebook) e escolas (datashow) que mais se engajarem no projeto.

Na quarta-feira, 12, magistrados coordenadores do concurso em Porto Velho e interior participaram de uma reunião na sede da Escola da Magistratura, comandada pela vice-presidente da Ameron, juíza Inês Moreira. O objetivo foi passar aos coordenadores as orientações iniciais referentes à implantação do projeto, que já existe há 27 anos, mas será realizado pela primeira vez de forma coordenada em todas as comarcas. As redações serão escritas a partir dos conteúdos da Cartilha da Justiça, material em quadrinhos sobre direitos e deveres do cidadão que será distribuído a todos os alunos participantes. Cada escola deverá encaminhar cinco redações para representá-la no concurso.

A partir da próxima segunda, os juízes coordenadores em Porto Velho também iniciarão as visitas, com a realização de palestras aos alunos sobre as temáticas do concurso. As primeiras serão a escola 4 de Janeiro, na manhã do dia 17, que trabalhará o tema da violência, e à tarde a escola Marcos de Barros Freire, no bairro Ronaldo Aragão. Na semana seguinte, entre os dias 24 e 28 de junho, outras dez escolas serão visitadas na capital, com palestras sobre abuso sexual e evasão escolar, entre outros assuntos. Os magistrados ficarão responsáveis por auxiliar a execução do concurso nas escolas participantes, estimulando visitas dos alunos ao fórum e produção cultural, como teatro ou júri simulado.

Fonte: Assessoria de Comunicação – Emeron

Permitida a reprodução mediante citação da fonte Ascom/Emeron

Acompanhe-nos nas redes sociais: twitter.com/emeron_rondonia e facebook.com/EmeronRO

Poder Judiciário de Rondônia
Escola da Magistratura
Rua Tabajara, 834. Bairro Olaria. CEP 76.801-316
emeron@tjro.jus.br
(69)3217-1066