Na Semana Nacional do Meio Ambiente, comemorada entre 1º e 5 de junho, a Escola da Magistratura do Estado de Rondônia (Emeron) destaca os 17 objetivos elaborados pelo Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU) para transformar o nosso mundo: os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). A Emeron, como signatária do Pacto Global da ONU, tem o compromisso de apoiar e contribuir para o alcance desses objetivos.

Os quatro ODS iniciais são Erradicação da Pobreza, Fome Zero e Agricultura Sustentável, Saúde e Bem-estar; e Educação de Qualidade. O primeiro pretende acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares. Uma série de cinco indicadores, a serem atingidos até 2030, compõe o objetivo, que mede atualmente como pobreza extrema pessoas vivendo com menos de US$ 1,90 por dia. Entre os indicadores, está o de garantir que todos, particularmente os pobres e vulneráveis, tenham direitos iguais aos recursos econômicos e acesso a serviços básicos, reduzindo a exposição e vulnerabilidade a eventos extremos relacionados com o clima e outros choques e desastres econômicos, sociais e ambientais.

O segundo objetivo almeja acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e melhoria da nutrição e promover a agricultura sustentável. Entre os cinco indicadores até 2030, estão: garantir o acesso de todas as pessoas a alimentos seguros, nutritivos e suficientes durante todo o ano, acabar com todas as formas de desnutrição, dobrar a produtividade agrícola e a renda dos pequenos produtores de alimentos, garantir sistemas sustentáveis de produção de alimentos e a implementação de práticas agrícolas resilientes, e manter a diversidade genética de sementes, plantas cultivadas, animais de criação e domesticados.

O terceiro ODS trata de assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, reduzindo a taxa de mortalidade materna global e acabando com as mortes evitáveis de recém-nascidos e crianças menores de cinco anos. Outros dos nove indicadores preveem: acabar com as epidemias de AIDS, tuberculose, malária e doenças tropicais negligenciadas, combater a hepatite e outras doenças transmissíveis, reforçar a prevenção e o tratamento do abuso de substâncias, reduzir as mortes e os ferimentos globais por acidentes em estradas, assegurar o acesso universal aos serviços de saúde sexual e reprodutiva, atingir a cobertura universal de saúde, e reduzir o número de mortes e doenças por produtos químicos perigosos, contaminação e poluição do ar e água do solo.

Por fim, o quarto objetivo assegura a educação inclusiva e equitativa e de qualidade, e promove oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos. Os sete indicadores desse ODS incluem: garantir que todas as meninas e meninos completem o ensino primário e secundário livre, equitativo e de qualidade; assegurar a igualdade de acesso para todos os homens e mulheres à educação técnica, profissional e superior de qualidade; aumentar o número de jovens e adultos que tenham habilidades relevantes; eliminar as disparidades de gênero na educação; garantir que todos os jovens e uma substancial proporção dos adultos estejam alfabetizados; e garantir que todos os alunos adquiram conhecimentos e habilidades necessárias para promover o desenvolvimento sustentável.

Fonte: Assessoria de Comunicação – Emeron

Permitida a reprodução mediante citação da fonte Ascom/Emeron

Acompanhe-nos nas redes sociais: twitter.com/emeron_rondonia, facebook.com/EmeronRO e youtube.com/EscolaEmeron

Poder Judiciário de Rondônia
Escola da Magistratura
Rua Tabajara, 834. Bairro Olaria. CEP 76.801-316
emeron@tjro.jus.br
(69)3217-1066