Na tarde de quarta-feira, 8, a direção da Escola da Magistratura de Rondônia (Emeron) recebeu, na nova sede, a Corregedora Nacional de Justiça, ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Maria Thereza de Assis Moura. O encontro ocorreu no último dia da inspeção periódica do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) ao Tribunal de Justiça do Estado.

Recém eleita próxima presidente do STJ, a ministra foi recebida pelo diretor da Emeron, desembargador Raduan Miguel Filho, e pela vice-diretora, juíza Karina Miguel Sobral. Também estiveram presentes o desembargador Daniel Lagos, membro do Conselho Superior da Escola, e a juíza auxiliar da Corregedoria-Geral da Justiça (CGJ) Inês Moreira da Costa, além do diretor do Departamento Administrativo da Emeron, Miguel Lima.

A visita percorreu os dois andares e todos os setores da nova sede, com a ministra dizendo-se impressionada com as instalações. No Pleno histórico, preservado em suas configurações originais, o diretor da Emeron contou sobre como os magistrados e magistradas faziam, em décadas anteriores, suas provas para a magistratura naquele ambiente. A partir desta sexta (10), a Emeron recebe a etapa de prova oral do concurso atual para juiz substituto do TJRO, realizada em salas de aula do prédio, que também foram conhecidas pela ministra.

Inspeção

Iniciada na última segunda-feira, dia 6, a inspeção periódica do CNJ verificou, durante três dias, o funcionamento de 57 unidades de 1º e 2º graus, setores administrativos e serventia extrajudicial, em comissão composta por desembargadores e juízes de outros quatro tribunais estaduais, assessorados por servidoras e servidores do CNJ e tribunais. No próprio dia 6, a Emeron já havia recebido a visita do coordenador da comissão, desembargador Luiz Fernando Keppen, acompanhado pelo presidente do TJRO, desembargador Marcos Alaor Diniz Grangeia, que foram recepcionados pelo desembargador Raduan Miguel.

A escolha das unidades visitadas pela comissão foi aleatória e os trabalhos foram encerrados com uma reunião técnica. O desembargador Marcos Alaor pontuou a contribuição das inspeções ao Judiciário, resultando em recomendações e resoluções advindas do plenário e da Corregedoria. “A maneira pedagógica com que, ao longo destes anos, o CNJ vem procedendo desde 2004, é algo a ser registrado e aplaudido”, reconheceu.

Na solenidade que finalizou a inspeção ordinária, com participação da ministra Maria Thereza e presença dos membros da comissão e da administração do TJRO, foram destacadas as boas práticas já existentes e os desafios ainda a serem enfrentados, que serão registrados em relatório. A estrutura física e tecnológica da instituição e a capacitação de magistrados(as) e servidores(as), propiciada pela Emeron, foram alguns dos pontos elogiados.

Fonte: Assessoria de Comunicação – Emeron

Permitida a reprodução mediante citação da fonte Ascom/Emeron

Acompanhe-nos nas redes sociais: instagram.com/emeron_oficial, twitter.com/emeron_oficial, facebook.com/emeron.oficial e youtube.com/EscolaEmeron

Poder Judiciário de Rondônia
Escola da Magistratura
Av. Rogério Weber, 1872, Centro. CEP 76801-906
emeron@tjro.jus.br
(69)3309-6440