Na noite da última terça-feira, 18, foi realizada a II Mostra Cultural do Judiciário em Ji-Paraná, replicação da IV Mostra Cultural do Judiciário, realizado em Porto Velho no período de 12 a 14 de novembro. O evento foi organizado pela Direção do Fórum, em parceria com o Núcleo da Escola da Magistratura, Juizado da Infância e Juventude da comarca, e a Associação de Amigos da Orquestra - Projeto Orquestra em Ação e tem como objetivo reproduzir o evento que foi realizado na Capital, como forma a promover a valorização e a humanização da gestão de pessoas, utilizando-se da arte como instrumento.

Este ano, o evento teve como tema "Um Viva à Vida”, como forma de dar continuidade ao tema “Nossos Caminhos”, da Mostra Cultural do Judiciário, e expressar a gratidão, através da arte, pela vida, pelo aprendizado tido “no percurso das estradas”, e gratidão acima de tudo, ao que nós é de fato essencial, já antecipando o clima natalino que se aproxima, explicaram os organizadores. Apresentado pelos juízes Ana Valéria Queiroz Santiago Ziparro e João Valério Silva Neto, o espetáculo proporcionou interação com o público, que lotou o auditório Leila Barreiro e acompanhou atento as apresentações musicais da noite.

Assim como em Porto Velho, o espetáculo foi iniciado com o monólogo teatral "Poema de um suicida", representado pelo servidor Weliton Alexandre. O texto oferece uma reflexão sobre temas como autoaceitação, depressão, padrões sociais e emocionou o público, que participou da encenação o com o ator e também entre si, trocando abraços calorosos.

As apresentações musicais foram iniciadas com um bloco marcado pela participação de servidores, com destaque para o trio formado pelos servidores Elzivã Gomes Felix, Kennyson Marcelino e pelo juiz Maximiliano Deitos, que performaram um medley de Como é Grande o meu Amor por Você e Não Chores Mais, de Roberto Carlos e Gilberto Gil.

Representando a comunidade local, a camerata de cordas da Orquestra em Ação encantou o público com as músicas La primavera, Hallellujah, Como é Grande o meu Amor por Você e Despacito.

Falando aos corações apaixonados e fazendo uma homenagem à esposa, o juiz Oscar Francisco Alves Junior fez uma bela apresentação da canção Can't Help Falling in Love, de Elvis Presley.

Iniciando as apresentações finais da noite, o Coral Cantus, formado por servidores de diversas unidades de Ji-Paraná apresentou o medley Tocando em Frente e É presico saber viver, oferecendo uma lição de companheirismo e uma mensagem de esperança para a plateia.

O espetáculo foi encerrado pelo Coral da Comunidade São José, que trouxe o espírito natalino para a Mostra Cultural, entoando as canções Hallellujah e Noite Feliz. Ao final, todos os participantes subiram ao palco em um grande momento de congregação e os os apresentadores agradeceram à administração do Tribunal de Justiça e da Escola da Magistratura de Rondônia – Emeron pelo apoio na realização da II Mostra Cultural do Judiciário em Ji-Paraná e também aos apoiadores lociais, que possibilitaram a realização do evento.

 

 

 

 

 

Veja o álbum completo aqui.

Fonte: Assessoria de Comunicação – Emeron

Fotos: Sérgio de Andrade

Poder Judiciário de Rondônia
Escola da Magistratura
Rua Tabajara, 834. Bairro Olaria. CEP 76.801-316
emeron@tjro.jus.br
(69)3217-1066