Na próxima segunda-feira, dia 28, às 15h (hora de RO), a Escola da Magistratura de Rondônia (Emeron) promoverá a live “Setembro Amarelo: Como intervir e acolher em tentativas de suicídio”, em seu canal no YouTube (youtube.com/EscolaEmeron). Realizada pela Divisão de Saúde e Bem-Estar Organizacional (Disau) do Tribunal de Justiça do Estado com participação do Centro de Valorização da Vida (CVV), a ação é aberta ao público em geral, em especial aos servidores e magistrados do Poder Judiciário rondoniense, e oferece certificação de 3 horas-aula aos participantes. As inscrições já estão abertas, no menu Inscrições do site da Emeron (emeron.tjro.jus.br).

A palestra inicial do evento abordará o que é ou não viável em termos de apoio emocional a quem está em estado depressivo ou desesperado. Já a segunda parte trará o procedimento a ser adotado pelo primeiro interventor em uma ocorrência de crise envolvendo tentativa de autoextermínio, adotando a nova doutrina de abordagem técnica a tentativas de suicídio.

Abrirá a live o juiz aposentado do TJRO Renato Dias, com o tema “Solidão e Suicídio em Tempos de Pandemia: Como melhor acolher quem precisa de ajuda”. Professor da Emeron de 2001 a 2017, Renato é membro efetivo do CVV e da Comissão de Divulgação, habilitado como palestrante, além de membro da Comissão de Seleção de Novos Voluntários e facilitador de várias turmas de acesso ao órgão.

A seguir, a palestra “Procedimentos do primeiro interventor” será ministrada pelo Assessor Militar do TJRO, coronel PM Marcos Freire, e pelo assessor bombeiro militar do TJRO, major Francisco Andrade Júnior, do Corpo de Bombeiros Militar do Estado. Marcos é negociador policial e professor na área, tendo atuado no planejamento, gestão e execução da segurança na Rio 2016 e na Copa do Mundo no Brasil. Francisco é o único interventor em casos de suicídio no estado com formação no tema, bacharel em Direito com especializações em Segurança Pública e Direitos Humanos, Direito Ambiental e Planejamento Estratégico na Gestão Pública. Os palestrantes falarão sobre esse trabalho de intervenção, para divulgar que existe e é feito pelos bombeiros e policiais militares, porém sem estimular as pessoas a fazerem sozinhas, pois é exclusivo de quem é especializado no treinamento adequado.

Setembro Amarelo

Iniciado em 2015, o Setembro Amarelo é uma campanha brasileira de prevenção ao suicídio em que o mês foi escolhido porque 10 de setembro é o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio, desde 2003. Durante todo o mês, costuma-se iluminar locais públicos em amarelo, com a ideia de promover eventos que abram espaço para debates sobre suicídio e divulgar o tema, alertando a população sobre a importância de sua discussão. Os símbolos do movimento são o laço amarelo e a frase “Falar é a melhor solução”.

Iniciativa do CVV, do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Brasileira de Psiquiatria, o Setembro Amarelo alerta para um problema de saúde pública cuja ocorrência tem aumentado entre jovens no Brasil, um dos países com maior número de suicídios. A Organização Mundial de Saúde (OMS) afirma que 90% dos casos podem ser prevenidos, portanto é preciso falar corretamente sobre o assunto, de modo a evitar que informações inadequadas cheguem à população e aumentem o estigma relacionado aos transtornos mentais.

Fonte: Assessoria de Comunicação – Emeron

Permitida a reprodução mediante citação da fonte Ascom/Emeron

Acompanhe-nos nas redes sociais: instagram.com/emeron_oficial, twitter.com/emeron_rondonia, facebook.com/EmeronRO e youtube.com/EscolaEmeron

Poder Judiciário de Rondônia
Escola da Magistratura
Rua Tabajara, 834. Bairro Olaria. CEP 76.801-316
emeron@tjro.jus.br
(69)3309-6440