Na última quarta-feira, 6, a Secretária Administrativa do Tribunal de Justiça, Elaine Bettanin, juntamente com a equipe do Departamento de Engenharia e Arquitetura (DEA), realizaram visita técnica na obra de construção da nova sede da Escola da Magistratura de Rondônia – Emeron para verificação do cumprimento do cronograma estabelecido para a obra.

A obra da nova Emeron, iniciada no ano passado, consiste na reforma e ampliação do prédio, que abrigou o antigo Fórum Sandra Nascimento, e está prevista para ser entregue ainda em 2021. A nova unidade garantirá melhores instalações e ampliação do atendimento, com capacidade para quatrocentos e oitenta e um alunos sentados, setenta servidores, dez professores lecionando simultaneamente, área de convivência, copa ampla, estacionamento interno, dois elevadores e setores administrativo e pedagógico.

Apesar da modernização, algumas áreas foram preservadas, devido à importância histórica do prédio para o judiciário, pois serviu como sua matriz até a inauguração do Edifício-sede em 2008, e desde então, passou a funcionar como central das varas de família da Capital, até a inauguração, em dezembro de 2019, do Fórum Geral Desembargador César Montenegro. “A ideia é manter o plenário, para que fique registrada a história do Judiciário. Muitos magistrados tomaram posse nesta sala, inclusive eu, quando me tornei desembargador”, comentou o Diretor da Emeron, Miguel Monico.

Além da ampliação, a obra proporcionará a adequação da edificação aos quesitos de sustentabilidade social, ao apresentar estrutura totalmente adaptada às necessidades de pessoas com deficiências; e ambiental, com captação de energia solar. Na vistoria realizada na última semana, a administração do TJRO constatou que o telhado do prédio já está pronto para o recebimento das placas de captação para geração de energia solar e o DEA prepara um estudo técnico para avaliação da possibilidade de o prédio ter autossuficiência na geração de energia, que proporcionará economia de recursos públicos.

A preocupação socioambiental na elaboração do projeto da nova sede da Emeron chancela a preocupação, tanto do TJRO, que incluiu este critério em seu plano de obras, como da Emeron, enquanto signatária do Pacto Global e dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentával (ODS) das Organizações das Nações Unidas (ONU), em promover ações que permitam o desenvolvimento das atividades do judiciário de forma alinhada a uma política de preservação ambiental, desenvolvimento social e respeito às necessidades físicas e sociais dos serventuários e jurisdicionados.

Fonte: Assessoria de Comunicação – Emeron (com informações da Assessoria de Comunicação Institucional – TJRO)

 

Permitida a reprodução mediante citação da fonte Ascom/Emeron

Acompanhe-nos nas redes sociais: instagram.com/emeron_oficial, twitter.com/emeron_rondonia, facebook.com/EmeronRO e youtube.com/EscolaEmeron

Poder Judiciário de Rondônia
Escola da Magistratura
Rua Tabajara, 834. Bairro Olaria. CEP 76.801-316
emeron@tjro.jus.br
(69)3309-6440