Na próxima quinta-feira, 28, às 16h (hora de RO), a Escola da Magistratura de Rondônia (Emeron), em parceria com o Tribunal de Justiça do Estado (TJRO), por meio da Divisão de Saúde e Bem-Estar Organizacional (Disau), promove em seu canal no YouTube nova live em alusão à Campanha Janeiro Branco. Aberta ao público geral, a mesa-redonda “O processo de autoconhecimento como um mecanismo de saúde mental” terá a participação de psicólogos do Tribunal e certificação de 2 hora-aula aos participantes.

Idealizada pelo psicólogo mineiro Leonardo Abrahão, a Campanha Janeiro Branco ganhou vida em 2014 e desde então tem como objetivo chamar a atenção para as questões e necessidades relacionadas à Saúde Mental e Emocional das pessoas e das instituições humanas por meio da psicoeducação. O primeiro mês do calendário foi escolhido por, em termos simbólicos e culturais, ser o momento em que as pessoas estão planejando o novo ano, mais propensas a pensarem em suas vidas, em suas relações sociais, em suas condições de existência, em suas emoções e em seus sentidos existenciais.

Historicamente, a saúde mental sempre foi tratada como um tabu. Mesmo com os avanços médicos e psicológicos na área, a Organização Mundial de Saúde (OMS) considera a existência de uma epidemia de transtornos e doenças como depressão e ansiedade. Segundo a OMS, Brasil é o segundo com maior número de depressivos nas Américas, com 5,8% da população (em torno de 12 milhões de brasileiros) e também é o país com maior prevalência de ansiedade (incluindo transtorno obsessivo-compulsivo, problemas de fobia, estresse pós-traumático e até ataques de pânico) no mundo: 9,3% (quase 20 milhões de brasileiros). O suicídio já é a terceira principal causa externa de mortes no país, atrás de acidentes e agressões, com 12,5 mil casos em 2017, conforme o Ministério da Saúde (MS). 

Este cenário se agravou durante a pandemia do novo coronavírus. Estudos e pesquisas sobre os efeitos colaterais da pandemia do COVID-19 começaram a surgir e a mostrar que houve ampliação das violências domésticas, do abuso infantil e do adoecimento emocional por parte daqueles submetidos ao isolamento social e também dos profissionais de linha de frente, como saúde e segurança pública. Além de vencer o novo Coronavírus, os indivíduos e as instituições sociais também deverão reunir esforços e desenvolver estratégias pessoais, públicas e privadas para proteger, fortalecer e promover a Saúde Mental.

A live visa apresentar o autoconhecimento como uma das ferramentas a serem utilizadas neste processo, a partir da compreensão sobre si e sobre o mundo do qual faz parte, de forma a favorecer enfrentamento das dificuldades na conquista do equilíbrio e do bem-estar. Os psicólogos do TJRO, Denise Tofani Malheiros e Leandro Aparecido Fonseca Missiatto abordarão a importância de se conhecer, compreender as próprias emoções e comportamentos e a partir disso tomar medidas potentes para o próprio crescimento e para o crescimento de outras pessoas. As inscrições, necessárias para certificação, serão realizadas durante a live.

O evento enquadra-se em dois dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). O ODS 3, que visa a promoção de saúde e bem-estar a todos e todas, e o quarto objetivo, de assegurar a educação inclusiva, equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todas e todos. Os ODS são um conjunto de iniciativas da Organização das Nações Unidas que compõem sua Agenda 2030 e formam o Pacto Global, do qual a Emeron passou a ser signatária a partir de maio de 2020.

Fonte: Assessoria de Comunicação – Emeron

Permitida a reprodução mediante citação da fonte Ascom/Emeron

Acompanhe-nos nas redes sociais: instagram.com/emeron_oficial, twitter.com/emeron_rondonia, facebook.com/EmeronRO e youtube.com/EscolaEmeron

Poder Judiciário de Rondônia
Escola da Magistratura
Rua Tabajara, 834. Bairro Olaria. CEP 76.801-316
emeron@tjro.jus.br
(69)3309-6440