Entre os dias 28 de junho e 9 de julhos, 12 servidores e servidoras que atuam na área de auditoria participaram na formação ACL Analytics, viabilizada pela Escola da Magistratura do Estado (Emeron). Em razão da pandemia do novo coronavírus, o curso foi realizado na modalidade de educação a distância em duas turmas.

O curso, ofertado pela Quality Software, foi ministrado pelo consultor Thiago Marques Guilherme, instrutor em Desenvolvimento ACL, Automação de Processos e Inglês avançado; e teve como objetivo preparar os(as) servidores para uso do software ACL (Audit Command Language) Analytics. O ACL é um sistema canadense criado para leitura e análise automatizada de dados em diferentes formatos, arquivos e origens, como dados fiscais, contábeis e de TI, com o intuito de extrair informações necessárias para a identificação de questões críticas, como erros, problemas de controle e possíveis fraudes, assegurando o cumprimento das normas da organização e regulação.

A formação foi dividida em dois módulos (básico e intermediário) e em duas turmas, que contou com seis servidores(as) em cada uma, realizadas em semanas seguidas. Com aulas práticas e interativas, no módulo Básico apresentou as funções mais avançadas do conteúdo material de Fundamentos. Já o módulo Intermediário possibilitou que os participantes compreendessem as principais funções da ferramenta ACL, com a propositura de estudos de casos e exemplos de situações da própria instituição em exercícios práticos para melhor assimilação dos conceitos do software.

Wanderley Junior, chefe em substituição da Audint e que também participou da formação, ressalta que a realização do curso permitiu o nivelamento dos saberes de toda a equipe, além de um conhecimento mais profundo da ferramenta, que é utilizada pela unidade desde 2019.. “O maior objetivo da realização da formação era permitir que usássemos o ACL com maior maturidade para criarmos as trilhas de auditoria contínua. Com as trilhas, o sistema realizará testes em determinadas áreas, como por exemplo contratações e execução orçamentária financeira, cruzando dados com gerenciamento de programas e de risco, auditoria de planilhas de obras possibilitando uma gama muito grande de análises. Fazer o curso aumentou a capacidade da auditoria em utilização da ferramenta”, pontuou. Ele também revela que, com os novos conhecimentos, a Audint estará mais preparada para atender integralmente à Resolução 309/2020 do Conselho Nacional de Justiça, que estabeleceu as Diretrizes Técnicas das Atividades de Auditoria Interna Governamental do Poder Judiciário.

 “Apesar da proximidade e facilidade que o treinamento presencial traz, mesmo em Ead tivemos um bom aproveitamento. Foi um treinamento muito prático e o docente é um profícuo conhecedor da ferramenta”, finalizou.

Fonte: Assessoria de Comunicação – Emeron

Permitida a reprodução mediante citação da fonte Ascom/Emeron

Acompanhe-nos nas redes sociais: instagram.com/emeron_oficial, twitter.com/emeron_oficial, facebook.com/Emeron.oficial e youtube.com/EscolaEmeron

Poder Judiciário de Rondônia
Escola da Magistratura
Av. Rogério Weber, 1872, Centro. CEP 76801-906
emeron@tjro.jus.br
(69)3309-6440