Com processo seletivo em andamento para sua nova turma, a Especialização em Direito para a Carreira da Magistratura (EDCM), ofertada anualmente pela Escola da Magistratura de Rondônia (Emeron), realizou, nos meses de janeiro e fevereiro, as oficinas pedagógicas para o corpo docente da pós-graduação lato sensu. As oficinas foram realizadas em duas turmas, a primeira no período de 25 de janeiro e 4 de fevereiro e a segunda iniciada na segunda-feira (14) com duração até o dia 25, e foram voltadas a magistrados(as) e servidores(as) que atuam como docentes do curso em Porto Velho e no Núcleo Pedagógico de Cacoal.

Promovidas de forma remota por meio do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), ambas as turmas são ministradas pela secretária executiva do Departamento Pedagógico (Deped) da Escola, Thaís Bombardelli, e pela pedagoga Hélia Gomes da Rocha, com conteúdo também produzido pela juíza Inês Moreira, magistrada do Tribunal de Justiça do Estado e uma das professoras da EDCM. O objetivo é que os participantes desenvolvam competências pertinentes ao processo de avaliação para aprendizagem, utilizando metodologias ativas (como a sala de aula invertida e gamificação) e instrumentos e estratégias vinculados às tecnologias educacionais, em especial as ferramentas digitais.

A preocupação com a formação docente visa preparar para a atual realidade do processo de ensino-aprendizagem, contextualizado em uma sociedade hiperconectada, que demanda a incorporação de tecnologias educacionais, possibilitando novos meios para o protagonismo aos/às alunos(as). Dessa forma, a oficina permite contínua identificação de conhecimentos e experiências pertinentes à avaliação de aprendizagem, que oportunizam a atuação em consonância com o projeto pedagógico da Emeron.

Thaís, que é formadora cadastrada na Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam), conta que foram revisitados temas tratados em oficinas anteriores, refletindo ainda sobre os aprendizados decorrentes da pandemia e da realidade que se apresenta. “Foi nítido o avanço em relação à oficina anterior quanto ao uso das ferramentas digitais, estando os docentes mais familiarizados e adaptados à realidade remota”, afirma a ministrante.

Também foram abordadas as plataformas de interação e colaboração que podem ser utilizadas para fins educacionais e as ferramentas para construção de apresentações interativas. Para ser capaz de elaborar e aplicar diferentes tipos de avaliações para aprendizagem fazendo uso de metodologias ativas, o/a docente deve compreender o processo avaliativo como contínuo e interdisciplinar, de forma a engajar os alunos em práticas dinâmicas e interativas de ensino-aprendizagem.

Nesse sentido, os participantes puderam planejar novas estratégias pedagógicas utilizando recursos digitais, viabilizando a criação de atividades atrativas e aliando teoria e prática à formação. “Registro o prazer e honra que foi dividir a ministração da oficina com a professora Ma. Hélia Rocha, grande referência da área pedagógica e que tanto já contribuiu com o curso EDCM, assim como a juíza e professora Inês, que colaborou de forma primorosa, apresentando sua experiência com a aplicação da gamificação”, finaliza Thaís.

Fonte: Assessoria de Comunicação – Emeron

Permitida a reprodução mediante citação da fonte Ascom/Emeron

Acompanhe-nos nas redes sociais: instagram.com/emeron_oficial, twitter.com/emeron_oficial, facebook.com/emeron.oficial e youtube.com/EscolaEmeron

Poder Judiciário de Rondônia
Escola da Magistratura
Av. Rogério Weber, 1872, Centro. CEP 76801-906
emeron@tjro.jus.br
(69)3309-6440