O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) recebe, até 18 de abril, artigos de mulheres da comunidade acadêmica e de pesquisadoras interessadas em participar da seleção de trabalhos que serão publicados na edição especial da Revista Eletrônica CNJ: Mulher e Justiça, com previsão de publicação em junho. A e-Revista CNJ é uma publicação dedicada à análise de temas ligados aos direitos humanos e do meio ambiente, garantia da segurança jurídica, combate à corrupção e ao crime organizado, incentivo ao acesso à justiça digital e uniformização e capacitação de magistrados(as) e servidores(as).

Os critérios para a escolha dos textos foram definidos pela Secretaria Especial de Programas, Pesquisas e Gestão Estratégica do CNJ, com orientações sobre a linha editorial da publicação. Entre as normas, as autoras precisam ser pós-graduadas em nível de mestrado, doutorado ou pós-doutorado em qualquer área de formação. O artigo poderá ter autoria compartilhada, sendo aceitos textos com até três autoras, desde que uma delas tenha pós-graduação nos níveis mencionados.

Os trabalhos devem ser inéditos no Brasil e sua publicação não deve estar pendente em outros veículos de publicação impressos ou eletrônicos. Após a veiculação na e-Revista CNJ, o material poderá ser divulgado em outras publicações desde que citada a publicação original como fonte.

Confira a íntegra das normas e os critérios técnicos para a apresentação dos trabalhos

Pelas regras, não serão devidos direitos autorais ou qualquer remuneração pela publicação dos trabalhos na Revista CNJ, em qualquer tipo de mídia impressa ou eletrônica. A seleção é de competência do Conselho Editorial da Revista e será feita mediante análise dos pareceres técnicos, sendo que os textos recebidos e aprovados não serão devolvidos às autoras.

Para participar, as acadêmicas e pesquisadoras interessadas em submeter seus artigos para publicação deverão acessar a página da e-Revista CNJ, fazer o cadastro e, após, submeter o artigo eletronicamente, conforme as regras do edital. Informações sobre o andamento do processo de análise editorial dos trabalhos podem ser obtidas por meio do correio eletrônico Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., com o assunto “Informações sobre análise de matéria da revista”.

Fonte: Agência CNJ de Notícias

Permitida a reprodução mediante citação da fonte

Acompanhe-nos nas redes sociais: instagram.com/emeron_oficial, twitter.com/emeron_oficial, facebook.com/emeron.oficial e youtube.com/EscolaEmeron

Poder Judiciário de Rondônia
Escola da Magistratura
Av. Rogério Weber, 1872, Centro. CEP 76801-906
emeron@tjro.jus.br
(69)3309-6440