Durante a realização de mais um módulo do Programa de Mestrado Interdisciplinar em Direitos Humanos e Desenvolvimento da Justiça (DHJUS), ocorrido entre os dias 11 e 16 de setembro, uma série de atividades acadêmicas foram promovidas de forma a complementar o aprendizado dos mestrandos e debater temas de relevância social.

Entre os dias 11 e 13, foi apresentada a primeira disciplina do módulo, “Teorias da Justiça e Direitos Humanos”, abordada pelo vice coordenador do Mestrado, professor doutor Márcio Secco. Também nos dias 11 e 12, no período noturno, foi promovido o Workshop "Antropologia para principiantes: Métodos e conceitos", ministrado pelo professor doutor Estevão Rafael Fernandes.

Na quarta-feira, 13, foi realizado o II Seminário DHJUS “Povos indígenas, Estado e direito(s) no Brasil: Uma visão antropológica”. O seminário foi dividido em duas atividades. A primeira, restrita aos alunos do curso, foi o minicurso "Direitos humanos e indigenismo: panoramas e perspectivas". À noite, a palestra “Povos indígenas, Estado e Direito(s) no Brasil: Uma visão antropológica”, ministrada pelo Pós Doutor em Antropologia Cristhian Teófilo da Silva proporcionou o debate entre vários setores da sociedade.

Finalizando as atividades do módulo, entre os dias 14 a 16 de setembro, os mestrandos acompanharam a disciplina “Políticas Públicas e Acesso à Justiça”, com ministração da professora doutora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ, Vânia Siciliano Aieta.

O curso

O Programa de Pós-Graduação Stricto-Sensu “Mestrado Profissional Interdisciplinar em Direitos Humanos e Desenvolvimento da Justiça (PPG/DHJUS)” é um programa permanente de pesquisa e formação profissional da Universidade Federal de Rondônia – UNIR, vinculado ao Departamento de Ciências Jurídicas (DCJ) e ao Núcleo de Ciências Sociais Aplicadas (NUCSA).

O Mestrado, ofertado em parceria entre a Fundação Universidade Federal de Rondônia (UNIR), o Tribunal de Justiça de Rondônia (TJRO) e a Escola da Magistratura de Rondônia, é reconhecimento pelo Ministério da Educação (MEC) pela Portaria de Reconhecimento nº 259, de 15 de fevereiro de 2017, publicada no DOU nº 34, de 16 de fevereiro de 2017 e tem por finalidade de atender à demanda de qualificação profissional dos membros e servidores das carreiras do poder judiciário e demais profissionais atuantes nas instituições do sistema de justiça da região.

O curso tem duração de 24 meses, com realização de módulos mensais na sede da Emeron.

Fonte: Assessoria de Comunicação – Emeron

Permitida a reprodução mediante citação da fonte Ascom/Emeron

Acompanhe-nos nas redes sociais: twitter.com/emeron_rondoniafacebook.com/EmeronRO

Poder Judiciário de Rondônia
Escola da Magistratura
Av. Rogério Weber, 1872, Centro. CEP 76801-906
emeron@tjro.jus.br
(69)3309-6440