O Diretor da Escola da Magistratura do Estado de Rondônia (EMERON), Desembargador Paulo Kiyochi Mori, apresentou à Corte do Tribunal de Justiça de Rondônia (TJRO) os principais resultados do primeiro ano de trabalho à frente da Emeron. A exposição foi feita na primeira sessão do Tribunal Pleno deste ano, realizada em 23 de janeiro.

Dentre as ações realizadas no ano anterior, destacou-se o cumprimento da meta de capacitação de 60% de magistrados e servidores nas competências estratégicas. No total, 126 magistrados (82,35%) e 2.177 servidores (66,23%) de todas as comarcas do Estado participaram das 317 ações de formação e aperfeiçoamento promovidas ao longo do ano.

Outra atividade evidenciada pelo Desembargador foi o aumento da oferta de cursos de pós-graduação. Somente em 2016, 189 pessoas, entre servidores, magistrados e sociedade, foram atendidos com sete cursos de especialização nas modalidades lato e stricto sensu.

No âmbito das pós-graduações lato sensu, foram iniciadas as especializações em Gestão Cartorária, com duas turmas, e Terapia Familiar Sistêmica, que juntas atendem a 128 servidores, além do oferecimento da Especialização em Direito para a Carreira da Magistratura, que promove turmas anuais a servidores e público externo em Porto Velho e em Ji-Paraná.

No campo da especialização strico sensu, foi dado seguimento aos cursos de Doutorado em Ciências Jurídicas (cursado por seis magistrados) e em Ciências Políticas (frequentado por outros seis juízes e duas servidoras), e iniciado os trâmites de implantação de um curso de mestrado. Por meio de acordo de cooperação técnica celebrado entre a Emeron e a Universidade Federal de Rondônia (UNIR), em 2017 será iniciado o Mestrado em Direitos Humanos e Desenvolvimento da Justiça (DHJUS). Com o convênio, 16 das 20 vagas oferecidas no programa serão destinadas a magistrados e servidores do Poder Judiciário.

Finalizando a apresentação, Paulo Kiyochi ressaltou que, apesar das limitações do quadro de servidores e das instalações disponíveis, todas as metas e ações previstas para o exercício de 2016 foram cumpridas com índices positivos. “É certo que o sucesso das iniciativas da Escola em 2016 só foi possível com a dedicação e qualidade da equipe técnica, além do apoio da Presidência do Tribunal de Justiça, que tem manifestado disposição em priorizar as ações de formação de magistrados e servidores”, arrematou o diretor.

Fonte: Assessoria de Comunicação – Emeron
Permitida a reprodução mediante citação da fonte Ascom/Emeron
Acompanhe-nos nas redes sociais: twitter.com/emeron_rondonia e facebook.com/EmeronRO

Poder Judiciário de Rondônia
Escola da Magistratura
Av. Rogério Weber, 1872, Centro. CEP 76801-906
emeron@tjro.jus.br
(69)3309-6440