Fruto da parceria entre a Escola da Magistratura do Estado de Rondônia - Emeron e a Rede de Atenção Psicossocial - RAPS/SUS/RO, a Mostra Cultural Descobrindo Talentos na Rede de Atenção Psicossocial realizou ontem, 16, sua terceira edição no Teatro Guaporé.

Este ano, a Mostra fez parte do I Congresso Internacional de Direitos Humanos e Desenvolvimento da Justiça, evento iniciado ontem em Porto Velho e que tem relação direta com o objetivo da Mostra Cultural. “Não existiria um espaço melhor para se dar visibilidade a este belo trabalho que é feito pela rede de atendimento do que aqui, um espaço de oportunidade e de reflexão sobre as questões de direitos humanos e justiça, esta em seu veemente papel de levar aos cidadãos os direitos iguais e a cidadania”, afirmou a Diretora Pedagógica da Emeron, Ilma Ferreira de Brito, durante a abertura do evento.

"A fusão entre o Congresso e a Mostra enriqueceu o evento, proporcionando oportunidade de sociabilização em esferas mais abrangentes, demonstrando que a saúde mental não pode ficar restrita ao atendimento institucional", afirmou a gerente de Programas Estratégicos da Secretaria de Saúde Delcy Mazzarello, representando o Secretário da Saúde, Williames Pimentel

Em seguida, as coordenadoras da Mostra Cultural, Regina Fátima Correia Lima e Beatriz Lucas Kobs fizeram uma retrospectiva da iniciativa, demonstrando seus efeitos positivos perante a comunidade usuária dos servidos RAPS. “Esse projeto quer tirar as pessoas da exclusão garantindo seus direitos, fazendo com que a sociedade se sensibilize e veja o trabalho realizado na rede de atenção. A arte foi a ponte para quebrar o ciclo do afastamento, do preconceito”, afirmou Beatriz Kobs.

 

 

Após a cerimônia de abertura do evento, foi feito lançamento dos livros escritos pelos usuários da rede, que contam suas histórias e em alguns casos, a sua relação com os transtornos e sofrimentos mentais. Familiares, amigos e sociedade acompanharam o lançamento e conheceram as 27 obras publicadas.

 

 

 

Além dos livros, as obras plásticas do artista Botôto foram expostas no hall do Teatro Guaporé, demonstrando a diversidade artística dos atendidos pela RAPS.

 

 

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação – Emeron

Permitida a reprodução mediante citação da fonte Ascom/Emeron

Acompanhe-nos nas redes sociais: twitter.com/emeron_rondoniafacebook.com/EmeronRO

Poder Judiciário de Rondônia
Escola da Magistratura
Av. Rogério Weber, 1872, Centro. CEP 76801-906
emeron@tjro.jus.br
(69)3309-6440